Konaré preocupado com andamento de negociações sobre Darfur

Sirtes- Líbia (PANA) -- O presidente da Comissão da União Africana (UA), Alpha Oumar Konaré, expressou domingo as suas vivas preocupações em relação "ao ritmo lento" da quinta ronda das negociações de paz inter-sudanesas em curso em Abuja, na Nigéria.
Estas negociações, patrocinadas pela União Africana, encalharam nas posições divergentes das partes quanto à Declaração Sobre os Princípios (DSP).
Num comunicado tornado público domingo, Konaré indica que o conflito de Darfur, no oeste do Sudão, estava em grande parte ligado a razões de ordem política e socioeconómica e necessitava de uma solução política, acrescentando que as discusssões de Abuja forneceram "os mecanismos mais viáveis para atingir este objectivo".
O chefe da Comissão da UA sublinha que as populações de Darfur, nomeadamente os refugiados e os deslocados internos, esperavam com "ansiedade" que as negociações desembocassemm num acordo de paz global nas questões "mais importantes relativas à partilha do poder e das riquezas, bem como em acordos de segurança para a consolidação da paz".
Com efeito, Konaré apela as partes sudanesas em causa a levar a cabo negociações sérias e sinceras conduzidas "com boa fé, com astúcia, e num espírito de compreensão mútua".
Reafirmou a sua confiança no seu enviado especial e medianeiro da UA nestas discussões, Salim Ahmed Salim, e exortou as partes a conceder a este último "o máximo de apoio" e fazer tudo para encontrar um consenso nas questões ainda pendentes em relação à DSP.
O presidente da Comissão da UA apela igualmente aos parceiros internacionais para dar o seu apoio às negociações de paz de Abuja e à missão da UA no Sudão (AMIS).

04 Julho 2005 13:41:00




xhtml CSS