Kofi Annan entrega ao TPI lista de suspeitos de crimes em Darfur

Nairobi- Quénia (PANA) -- O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, entregou terça-feira ao Tribunal Penal Internacional (TPI) uma lista selada de 51 pessoas suspeitas de crimes de guerra na região sudanesa de Darfur.
"Temos doravante uma missão comum, a de pôr termo à cultura da impunidade", declarou o procurador do TPI, Luis Moreno Ocampo, quando recebia a lista dos suspeitos redigida por uma comissão internacional nomeada pela ONU.
Um relatório da ONU indica que em Darfur foram cometidos crimes de guerra e crimes contra a humanidade, tais como massacres de civis inocentes, violações sistemáticas de mulheres e raparigas, tortura, destruições de aldeias e incêndios de casas.
O governo sudanês indicou que vai impedir que cidadãos do seu país sejam julgados por tribunais estrangeiros.
Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se em Cartum (capital do Sudão) contra uma resolução do Conselho de Segurança que prevê o julgamento pelo TPI de casos de violação dos direitos humanos no conflito em Darfur.
  

06 Abril 2005 17:26:00




xhtml CSS