Kenya Airways suspende voos para países afetados por Ébola

Nairobi, Quénia (PANA) - A Kenya Airways decidiu suspender os seus voos com destino aos países da África Ocidental afetados pelo vírus do Ébola (Guiné Conakry, Serra Leoa e Libéria) a partir desta terça-feira, anunciou o diretor-geral da companhia aérea queniana, Titus Naikuni, num comunicado.

Em conformidade com as diretivas do Ministério da Saúde, a Kenya Airways abandonou a sua posição anterior que consistia em manter os voos para os países afetados pela doença do vírus do Ébola, revela a companhia, anunciando que vai reembolsar os passageiros que já reservaram os seus voos para estes países.

A suspensão dos voos da Kenya Airways não abrange a Nigéria, onde a doença surgiu a partir dum Liberiano infetado que viajou para este país.

Apesar dos conselhos da Organização Mundial da Saúde (OMS) de não impor interdições de viagem e restrições aos países da África Ocidental afetados pelo vírus do Ébola, as autoridades quenianas decidiram juntar-se a uma lista crescente de países que cortaram os laços com os países oeste-africanos vítimas da doença.

As companhias aéreas British Airways, Pan African ASKY Airlines, Arik Air e Emirates suspenderam os seus voos para os países afetados.

A Korean Airlines, que não opera na África Ocidental, interrompeu seus os voos com partida de Nairobi, a capital do Quénia.

-0-  PANA DJ/SEG/AKA/JSG/MAR/TON 19agosto2014

19 Agosto 2014 15:13:50




xhtml CSS