Kadafi e Fradique de Menezes abordam Governo africano

Charm El Cheikh- Egipto (PANA) -- O chefe de Estado líbio, Muamar Kadafi, e os seus homólogos maliano, Amadou Toumani Touré, são- tomense, Fradique de Menezes, e senegalês, Abdoulaye Wade, reuniram- se segunda-feira em Charm el-Cheikh, no Egipto, para abordar a questão do Governo Federal Africano e a promoção das instituições da União Africana (UA).
Segundo uma fonte diplomática líbia, o encontro permitiu examinar o relatório do Comité dos 12 relativo à formação do Governo Federal Africano apresentado durante a segunda sessão da Cimeira da UA, que decorre na estação balnear egípcia de Charm el-Cheikh.
O conselheiro do Presidente sudanês, Mustapha Othman Ismaël, os secretários do Comité Popular Geral Líbio das Relações Exteriores e Cooperação Internacional, Abderahmane Chalgham, e dos Assuntos da União Africana, Ali Triki, bem como o secretário-geral da Comunidade dos Estados Sahelo-Sarianos (CEN-SAD), Mohamed Al-Madani Al-Azhari, participaram nesta reunião.
Falando à imprensa no termo deste encontro, Mohamed Al-Madani Al- Azhari precisou que as discussões permitiram trocar pontos de vista sobre o relatório do Comité dos 12 relativo à criação do Governo Federal Africano e estudar os meios que permitam adoptar uma posição eficaz para fazer face aos obstáculos que obstruem a formação deste Governo.
Acrescentou que o encontro analisou igualmente os diferentes pontos de vista contidos neste documento, insistindo nos seus aspectos positivos e na acção a lançar para convencer os indecisos sobre o bem do Governo Federal, que se tornou numa necessidade da qual convém acelerar a formação.
A XI Cimeira da União Africana iniciou os seus trabalhos segunda- feira em Charm el-Cheikh, no Egipto, na presença de 35 Chefes de Estado e de Governo africanos e de vários convidados, dos quais o Presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abass, e o secretário- geral da Liga Árabe, Amr Moussa.
A cimeira, cujo tema principal é "Atingir os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) Sobre Água e Saneamento", reflectirá sobre as questões de segurança, paz e resolução de conflitos no continente, além de questões de desenvolvimento e das dificuldades com as quais África está confrontada.

01 Julho 2008 13:16:00




xhtml CSS