Junta pede cessação de manifestações de apoio no Níger

Niamey- Níger (PANA) -- O Conselho Supremo para a Restauração da Democracia (CSRD), que tomou o poder a 18 de Fevereiro último no Níger, exortou, quinta- feira num comunicado, as populações a suspender todas as manifestações de apoio.
Desde o derrube do regime de Mamadou Tanja, as populações nigerinas continuavam a exprimir a sua satisfação e a sua consolação através de manifestações destacadas pela imprensa nacional e internacional.
"Para prevenir eventuais derivas ligadas a este género de manifestações e no quadro da lógica de reconciliação nacional e da observância da estrita neutralidade, o CSRD convida as populações a suspender todas as manifestações de apoio em todo o território nacional a partir de quinta-feira, 4 de Março de 2010, e exorta-lhes a exercer normalmente as suas actividades", indica o comunicado do Secretariado permanente do CSRD.
Segundo a Junta, esta medida não visa em nenhum caso restringir a liberdade de expressão, mas se inscreve na linha da consolidação da unidade nacional e da restauração serena da democracia no país.
O CSRD agradeceu "sinceramente" as populações nigerinas pelo "seu apoio massivo" a favor da acção salvadora das forças de defesa e de segurança.

04 Março 2010 11:38:00


xhtml CSS