Julgamento de golpistas de 2015 reabre no Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) -  O julgamento do golpe frustrado de setembro de 2015 no Burkina Faso, suspenso a 31 de março último, reabre esta quarta-feira, 9, na Sala de Banquetes de Ouaga 2000, soube-se no mesmo dia de fonte judicial, em Ouagadougou.

Iniciado a 27 de fevereiro último, este julgamento foi várias vezes suspenso enquanto a maioria dos advogados de defesa se escusaram.

Os 84 réus acusados de autoria do golpe frustrado de 2015, cujos mentores são os generais Gilbert Dienderé e Djibril Bassolé, serão doravante defendidos por defensores oficiosos.

Esta quarta-feira, por volta das 08:00 horas locais, um impressionante dispositivo militar acompanhou os réus ao local da audiência, constatou a PANA na capital burkinabe.

A 16 de setembro de 2015, um grupo de militares próximos do ex-Presidente burkinabe, Blaise Compaoré, tentou derrubar o então regime de transição, matando 14 pessoas e ferindo 251 outras.

Organizações da sociedade civil e de defesa dos direitos humanos reclamam por esclarecimentos sobre a matéria.

Os supostos golpistas são membros do regime de Blaise Compaoré, derrubado a 30 de outubro de 2014, por uma revolta popular, após 27 anos de poder ditatorial.

-0- PANA NDT/JSG/IBA/MAR/DD 09maio2018

09 Maio 2018 13:01:07


xhtml CSS