Jovens africanas sujeitas a práticas degradantes na França

Paris- França (PANA) -- Pais em comunidades de imigrantes africanas na França têm estado a submeter as suas filhas menores a práticas degradantes e desumanas, denunciou Amely-James Koh Bela Okoo, da organização não governamental "Aide-Federation", sedeada em Paris.
Segundo Koh Bela Okoo, o mais notório desses actos é quando os pais cobram cinco mil euros aos homens que se queiram deitar com as suas filhas ou mulheres sob sua responsabilidade.
Geralmente, disse, as meninas utilizadas têm idades compreendidas entre os oito e nove anos.
Em declarações à imprensa quarta-feira, Koh Bela Okoo, a autora do livro "Prostituição Africana no Ocidente: Verdades, Mentiras e Escravidão", publicado em 2004 pela editora Surcom de Yaounde (Camarões), disse que os pais africanos recrutavam asiáticos para praticarem tais actos nos seus apartamentos.
"As meninas são violadas à frente dos seus pais cujos únicos interesses consistem em receber os cinco mil euros pagos pelos clientes, que são maioritariamente asiáticos.
Parece que, segundo a tradição asiática, ir para a cama com uma virgem é garantia de uma vida longa, felicidade e prosperidade", afirmou.
A escritora, que se infiltrou durante a sua pesquisa em redes de prostituição, relatou o trauma que enfrentam as meninas após os raptos organizados.
"Vi estas meninas a saírem com os clientes dos locais dos actos.
É simplesmente horrível.
Às vezes ficam com sangue em todo o corpo e fracas.
As suas vidas estão comprometidas para sempre", contou Koh Bela Okoo, deplorando a negligência das autoridades francesas.
"Cada lado tem o seu papel a desempenhar.
Como associação, devemos entrar em contacto com estes pais para que estejam conscientes dos erros graves que estão a cometer vendendo as suas filhas.
Cabe ao governo francês fazer cumprir a lei, porque não é possível que o governo não saiba do problema", disse.
Desde a adopção, em Março 2003, de uma lei sobre a segurança Interna no país, a prostituição mudou-se das ruas para os apartamentos e hotéis luxuosos.

08 Outubro 2004 18:42:00


xhtml CSS