Jornalistas sudaneses acusam ex-movimento rebelde de violência

Cartum- Sudão (PANA) -- Jornalistas da Agência Sudanesa de Notícias, da imprensa escrita e da televisão acusaram o ex-movimento rebelde Exército Popular de Libertação Sudanês (SPLA) de os ter maltratados quando cobriam a visita ao sul Sudão de responsáveis do Partido do Congresso Nacional, no poder.
O presidente do Sindicato dos Jornalistas do Sudão, Mohi Eldin Titawi, declarou quarta-feira que a sua organização vai enviar uma petição à Federação dos Jornalistas Africanos para denunciar os actos do SPLA e exortar-lhe a desculpar-se junto das vítimas.
Titawi afirmou que o sindicato não vai tolerar tais actos, acusando o SPLA de violar o direito internacional e os direitos dos jornalistas.

27 Dezembro 2007 13:37:00




xhtml CSS