Jornalistas malianos vencem Prémio de Liberdade de Expressão da OIF

Bamako- Mali (PANA) -- Cinco jornalistas malianos foram designados vencedores do Prémio de Liberdade de Expressão atribuído pela Organização Internacional da Francofonia (OIF) e pela União Internacional da Imprensa Francófona (UPF), soube a PANA sexta-feira de fonte segura.
A cerimónia de distinção decorreu quinta-feira em Yamoussokro (Côte d'Ivoire) à margem da 39ª sessão da UPF, prevista para terminar sábado.
Os cinco vencedores haviam sido detidos em Junho último devido à publicação pelo jornal "Info-Matin" dum artigo intitulado "Liceu Nanaïssa Santara: A Amante do Presidente da República!".
Os jornalistas Seydina Oumar Diarra e Sambi Touré, respectivamente repórter e editor do jornal "Info-Matin"; Ibrahima Fall, director do jornal "Républicain"; Alexis Kalambry, director do "Échos" ; Haméye Cissé, director do "Scorpion" e presidente da Secção Mali da UPF, bem como Bassirou Kassim Minta, professor de Letras do liceu Nanaïssa Santara foram detidos a 14 e 20 de Junho último.
Eles tinham sido detidos depois da divulgação do artigo, publicado por quatro outros jornais, que retomava e comentava um tema de dissertação com tom satírico dado aos alunos no qual uma "estudante prostituta ficou grávida dum chefe de Estado e batia-se pelo reconhecimento do seu filho".
O procurador da República, Sombé Théra, usou uma queixa contra eles por "ofensa ao chefe de Estado", após a publicação do artigo.

07 Dezembro 2007 13:53:00




xhtml CSS