Jornalista guineense vítima de ameaças de morte na Guiné Conakry

Dakar, Senegal (PANA) - Um jornalista da Guiné Conakry, Alpha Kabine Sidime, declarou ter recebido ameaças de morte por parte de desconhecidos, denunciou quarta-feira a Fundação dos Médias na África Ocidental (MFWA).

Num comunicado transmitido à PANA em Dakar, a MFWA, baseada em Accra (Gana), declarou  que desconhecidos obrigaram Sidime, Editor chefe do site "actuconakry",  a retirar um artigo crítico sobre Cellou Dalein Diallo, líder da oposição na Guiné Conakry, que terminou no segundo lugar nas eleições presidenciais de 2010.

Sidimé declarou à MFWA, que vela pela liberdade de imprensa, que algumas pessoas, que se assumem como militantes da União das Forças Democráticas da Guiné (principal partido da Oposição), o ameaçaram de maneira anónima, aos  13 e 14 de fevereiro último.

"Vamos fechar esta merda de site. Vamos matá-los ou enviá-los para a cadeia. Temos maneiras de fazer vocês calarem a boca ", declarou o jornalista ter ouvido.

A MFWA revelou que  as pessoas desconhecidas também proferiram insultos a Sidime  e a sua  família.

-0- PANA MLJ/VAO/MTA/DIM/DD 11março2015

12 Março 2015 09:27:06




xhtml CSS