Jornalista do diário "Soir'Info" solto pelos rebeldes ivoirenses

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- O jornalista do diário ivoirense independente "Soir'Info", Réné Dessonh, detido pelos rebeldes desde quinta-feira última a oeste da Côte d'Ivoire, já foi solto, soube a PANA junto da Redacção do jornal.
O director das redacções do Grupo de imprensa Olympe que edita o diário "Soir'Info", Losseni Zoromé, indicou que o jornalista já não se encontrava nas mãos dos rebeldes e que estaria são e salvo.
Réné Dessonh, correspondente permanente do "Soi'Info" em Man (a 800km a oeste de Abidjan) havia sido detido a 6 de Fevereiro em Kouibly, localidade situada a cerca de 30 km na grande cidade montanhosa controlada pelos rebeldes do Movimento popular ivoirense do grande oeste (MPIGO) e do Movimento para justiça e paz (MJP).
O jornalista ia em Man para cobrir uma reunião dos três movimentos rebeldes ivoirenses, MPIGO, MJP e MPCI (Movimento patriótico da Côte d'Ivoire).
Foi detido quando jovens partidários da rebelião, que o acusavam de espionagem, reconheram-no numa barreira ao longo do caminho, e mandaram prendê-lo.
Esta soltura surge enquanto os chefes de Estado da África ocidental estão reunidos esta segunda-feira em Yamoussoukro (a 240 km a norte de Abidjan), no quadro de uma mini-cimeira consagrada a crise ivoirense que eclodiu a 19 de Setembro 2002.
Segundo fontes fidedignas, os três movimentos rebeldes recusaram- se a participar neste encontro.
O presidente ivoirense participa desta mini-cimeira, após ter feito a sua declaração sexta-feira sobre os acordos de Marcoussis que disse aceitar "o espírito", convidando os seus compatriotas a fazerem a mesma coisa para o regresso à paz na Côte d'Ivoire.

10 Fevereiro 2003 17:40:00




xhtml CSS