Jornais liberianos saúdam vitória da selecção sobre a Gâmbia

Monróvia- Libéria (PANA) -- A vitória por 3-0 diante da Gâmbia no domingo último, e que permite à Libéria apurar-se para a fase de qualificação da Taça de África das Nações e do Mundial de 2006, foi laragamente comentada e aclamada pela imprensa local nesta semana.
O triunfo dos "Lone Stars" sobre os "Scorpions" da Gâmbia foi acolhida como um bom presságio para um país que tenta trilhar dificilmente um caminho em direccção à paz após mais de uma década de guerra civil.
Um semanário privado, o "The Analyst", retomou no seu título as declarações de um eminente homem político da Líbéria, Togba Nah- Tipoteh, que, para saudar a vitória, disse que "o orgulho da Libéria, os Lone Stars, falou perante o mundo com estes três golos que significam: Queremos a paz".
Tipoteh, ex-jogador internacional de ténis e ministro liberiano da Economia, afirmou que "foi um desejo ardente da paz que incitou os Lone Stars a se mobilizar para a vitória sobre os Scorpions".
Um outro jornal, o "The Inquirer", viu também a paz através das proezas da equipa nacional de futebol, declarando que "a mensagem da vitória é que devemos buscar a paz e a unidade no interesse da sociedade".
Num editorial, o The Inquirer convidou os liberianos a porem de lado as suas divergências étnicas, religiosas e entre as facções, bem como a levarem a sério a mensagem da vitória.
"Devemos nos reunir para a paz total.
Deixemos doravante o passado atrás de nós para avançarmos para uma paz verdadeira", escreveu o mesmo jornal.
"O espírito e a atmosfera que prevaleceram entre os liberianos, incluindo os líderes das facções beligerantes, durante o jogo significam que o sucesso é garantido na unidade", concluiu finalmente o The Inquirer.

21 Novembro 2003 13:42:00


xhtml CSS