Jean Ping assume presidência da Comissão da UA por seis meses

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - Os chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA) encontraram um compromisso em virtude do qual o presidente cessante da Comissão da UA (CUA), Jean Ping, vai continuar durante seis meses a assumir as suas funções, soube a PANA segunda-feira em Addis Abeba de fonte fidedigna.

Esta decisão foi tomada após o fracasso da eleição do presidente da CUA a que se candidataram o Gabonês Jean Ping e a Sul-Africana Nkosazana Dlamini-Zuma, de acordo com a mesma fonte.

Segundo o compromisso encontrado pelos chefes de Estado e de Governo, Ping garantirá com todos os membros cessantes da Comissão o despacho dos assuntos pontuais até à próxima cimeira da UA prevista para julho próximo no Malawi.

Ex-ministro gabonês dos Negócios Estrangeiros, Ping não deverá disputar o posto de presidente da Comissão da UA no termo deste período interino.

Apesar de quatro voltas de escrutínio, os chefes de Estado e de Governo africanos, reunidos em Addis Abeba na sua XVIII cimeira, não conseguiram escolher entre Dlamini-Zuma e Ping para o posto de presidente da Comissão da UA.

Em conformidade com os textos da organização pan-africana, o vice-presidente da Comissão da UA, o Queniano Erastus Mwencha, deveria garantir a presidência interina enquanto se aguarda pela eleição dum titular do cargo, mas caberá finalmente ao presidente cessante manter o seu posto.

-0- PANA SEI/TBM/IBA/FK/TON 30jan2012

31 Janeiro 2012 14:43:48




xhtml CSS