Homens armados tentam proibir aulas de francês em escolas do Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Indíviduos armados proferiram, na semana finda ameaças, tendentes a dissuadir os professores de dar aulas em francês nas escolas de Pétaga (Ceb de Diguel), Pelem-Pelem e Lassa (Ceb de Baraboulé), na província do Soum, no norte do Burkina Faso, segundo o Ministério da Educação.

Num comunicado, o Ministério denuncia estes atos de violência de que os professores são vítimas e que mancham o bom desenrolar do ano letivo.

Reafirma a determinação do Estado de garantir uma educação laica e de qualidade a todas as crianças no Burkina Faso.

O texto acrescenta que disposições serão tomadas para dar respostas adaptadas a esta situação.

O norte do Burkina Faso tenta tornar-se num refúgio de grupos terroristas desde a crise maliana. Esta zona fronteiriça com o Mali e o Níger foi o alvo de vários ataques djihadistas.

-0- PANA NDT/BEH/MAR/IZ 29jan2017

29 Janeiro 2017 12:58:49


xhtml CSS