Homens armados matam ex-ministro da Somalilândia

Mogadíscio- Somália (PANA) -- Um ex-vice-ministro da Educação da auto-proclamada República da Somalilândia, Mohamed Osman Haddi, foi morto à tiro quarta-feira em Hargeisa, capital da região, depois de homens armados desconhecidos terem atacado o seu veículo, disse uma fonte segura.
Segundo o ministro dos Assuntos Internos da Somalilândia, Ismail Adam Osman, Haddi morreu imediatamente depois de ter sido atingido a tiro várias vezes com uma arma automática.
Um colega que estava no carro com ele, Osman Abraar, escapou com ferimentos e disse que os assaltantes fugiram.
Embora as razões do ataque sejam desconhecidas, os residentes de Hargeisa acreditam que a acção surgiu em retaliação a morte de um homem de negócios ocorrida há dois anos na capital.
A Somalilândia não é reconhecida internacionalmente desde que se separou do resto da Somália depois do governo do país ter se desintegrado logo após o derrube do Presidente Mohammed Siad Barre em 1991.

07 Agosto 2003 09:54:00




xhtml CSS