Harouna sagra-se pela 3ª vez campeão nacional de luta no Níger

Niamey- Níger (PANA) -- Terminou domingo a 25ª edição do campeonato nacional de luta tradicional no Níger, com a vitória pela terceira vez de Balla Harouna de Zinder.
O campeão recebeu das mãos do ministro de Estado encarregue pelos Desportos, Cultura e pelos quintos jogos da Francofonia, Abdou Labo, um sabre, símbolo da sua consagração.
Vestido de uma túnica branca e cingindo na cabeça com um turbante, Balla montou num cavalo aparatoso e recebeu um pacote de dois milhões de FCFA, como recompensa do campeão.
Recebeu mais outras prendas oferecidas por muitos ricos, responsáveis administrativos da região de Zinger e numerosos admiradores.
Balla Harouna percorreu o campeonato sem grandes dificuldades, derrotando os seus adversários, a sememlhança do combate que o opôs, na final, ao ambicioso Tiama de Diffa que chegou pela primeira vez na final após várias tentativas fracassadas.
O atleta de Zinger surge hoje como um dos lutadores mais titulados da história do campeonato de luta tradicional do Níger, após Kantou de Maradi, cinco vezes campeão.
Intervindo no encerramento desta 25ª edição, Labo congratulou-se pelas condições em que se desenrouloueste o evento e agradeceu a todos actores pelos seus empenhos que coroaram de sucesso esta ocasião do campeonato de luta tradicional.
Estes campeonatos iniciaram-se a 1 de Fevereiro com muitos encontros entre oito equipas departamentais, das quais a da Comunidade urbana de Niamey, na presença de numerosas delegações vindas de todas regiões do país e até as fronteiriços como o Benim, Nigéria e Togo.
A 25ª edição foi marcada por uma série de reformas empreendidas à nível do código da luta tradicional no Níger.
Estas mudanças versam essencialmente sobre a reintrodução do empate, recurso ao vídeo em caso de litígio, bem como sobre a recomposição da mesa técnica ora constituída por quatro membros.

10 Fevereiro 2003 11:13:00


xhtml CSS