Guineenses apreciam discurso de Sékouba Konaté

Conakry- Guiné-Conakry (PANA) -- Os habitantes de Conakry apreciaram positivamente o discurso musculado do general Sékouba Konaté, que assume a presidência interina do país, e desejaram a partida dos militares.
Ministro da Defesa e segundo vice-presidente do Conselho Nacional para a Democracia e Desenvolvimento (CNDD), o general Konaté condenou firmemente as exacções dos militares contra as populações civis.
Ele apelou aos militares para fazer uso das suas armas contra os elementos que atacarão as populações civis e os seus bens.
"Se virem militares que tentam pilhar as populações civis, lancem um apelo para reforços ou então destruam no local estes bandidos e criminosos que mancham a imagem dum Exército que fez as suas provas em toda parte, nomeadamente em África, onde ele ajudou na libertação de vários países como a Guiné-Bissau, Angola, entre outros", declarou sexta-feira no Quartel Alpha Yaya Diallo o novo líder guineense.
O general Konaté ordenou, por outro lado, para fazer o máximo com vista a deter o antigo ajudante de campo de Dadis Camara, Aboubacar "Toumba" Diakité, que tentou assassinar o líder da junta.
O governador de Conakry, Mohamed Diop, convocou uma reunião no início desta semana com os presidentes das Câmaras Municipais das cinco comunas e os 92 responsáveis de bairro da sua localidade para os convidar a contribuir para a captura de todos os elementos do Exército que participaram na tentativa de assassinato do líder da junta.

13 Dezembro 2009 18:54:00


xhtml CSS