Guiné-Conakry imuniza 2 milhões de crianças contra oito doenças

Conakry- Guiné-Conakry (PANA) -- O governo conakry-guineense lançou quinta-feira em Conakry a segunda volta de 2007 da campanha visando vacinar dois milhões de crianças contra a cegueira, a tuberculose, a difteria, a coqueluche, o tétano, a hepatite B, o sarampo e a febre amarela.
Durante a campanha que decorre de 27 a 30 de Dezembro corrente, equipas médicas vão administrar gratuitamente a vitamina A aos petizes de seis meses a cincos anos de idade e às mulheres que pariram há dois meses, despistar crianças de um a cinco anos e imunizar petizes de zero a um ano contra estas patologias supracitadas.
A operação foi organizada pelo Ministério da Saúde Pública, em colaboração com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com a Agência Canadiana de Desenvolvimento Internacional (ACDI) e com Helen Keller International (HKI), uma Organização Não Governamental (ONG).
Durante a cerimónia de lançamento, o representante do UNICEF na Guiné-Conakry, Mohamed Cissé, afirmou que mais de 62 mil crianças menores de cinco anos de idade morrem anualmente de doenças infecciosas que podem ser evitadas ou tratradas.
A Guiné-Conakry fez progressos significativos em termos de melhoria das coberturas vacinais desde 2005 e de suplementos da vitamina A, disse Cissé, acrescentando entretanto que a situação actual continua "inaceitavel" porque não se consegue evitar a maioria dos falecimentos.
Esta campanha inscreve-se no quadro da terceira Semana da Saúde da Criança lançada em 2006, como contribuição para o Mês da Criança Conakry-Guineense, com vista à melhoria da saúde, da sobrevivência e do desenvolvimento dos petizes.

28 Dezembro 2007 17:54:00




xhtml CSS