Guiné-Bissau sem passaportes da CEDEAO por falta de orientação

Bissau- Guiné-Bissau (PANA) -- O Ministério guineense dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional não dispõe de qualquer orientação para a emissão de passaportes da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) no país, soube a PANA de fonte oficial.
Segundo a Directora dos Serviços Consulares e Migração do Ministério, Josefina Kosta, aquele organismo "ainda não dispõe das resoluções saídas do Conselho de Ministros da CEDEAO, realizado em Dakar (Senegal) em Janeiro passado, onde foi adoptada a decisão da emissão destes passaportes até o ano 2005 em todos os países que fazem parte da organização".
Os passaportes da CEDEAO permitem aos seus titulares viajarem pelos países membros da comunidade, nomeadamente o Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Côte d'Ivoire, Gâmbia, Ghana, Guiné-Bissau, Guiné Conakry, Libéria, Mali, Nigéria, Níger, Senegal, Serra Leoa e Togo.
O Senegal e o Togo já lançaram os passaportes da CEDEAO, enquanto a Nigéria deverá fazê-lo brevemente.
Entretanto, relativamente aos passaportes nacionais, Josefina Kosta disse que se têm registado alguns embaraços na sua emissão devido a "falta de cadernetas".

18 Março 2003 12:13:00




xhtml CSS