Guiné-Bissau e Mali na agenda de reunião da CEDEAO no Gana

Accra, Gana (PANA) - Os ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) reuniram-se esta terça-feira em Accra, no Gana, para discutir a situação política e de segurança na região, nomeadamente na Guiné- Bissau e no Mali, soube-se de fonte oficial no local.

De acordo com a fonte, o encontro, sob a égide da CEDEAO, versa sobre as reformas pós-transição na Guiné-Bissau, a evolução da situação no Mali e o relatório de peritos sobre a aplicação de Mecanismos Nacionais de Alerta Precoce.

A criação de plataformas nacionais pelos Estados membros vai melhorar o mecanismo regional e favorecer uma maior eficácia das capacidades de alerta precoce da região face às novas ameaças à paz  e segurança, disse a fonte.

Os Presidentes Blaise Compaoré do Burkina Faso e Goodluck Jonathan da Nigéria vão informar os participantes desta reunião de 24 horas sobre a evolução da situação na Guiné-Bissau, onde as eleições legislativas e presidenciais decorreram com êxito em maio último, abrindo assim a via à investidura do Presidente democraticamente eleito, José Mario Vaz, a 23 de junho de 2014.

A reunião acontece em prelúdio a uma cimeira de 48 horas convocada em Accra pelo Presidente ganense e Presidente em exercício da CEDEAO, John Mahama.

A Cimeira examinará um relatório sobre principais projetos e atividades da organização regional durante a primeira metade do ano em curso a ser apresentado pelo presidente da Comissão da CEDEAO, Kadre Désiré Ouédraogo.

Os dirigentes oeste-africanos deverão igualmente discutir sobre uma recomendação relativa à introdução dos bilhetes de identidade biométricos para todos os cidadãos da CEDEAO e a supressão das licenças de residência para todos os Estados membros, entre outros assuntos agendados.

São também aguardados neste encontro os Presidentes do Mauritânia, Mohamed Ould Abdel Aziza, dos Camarões, Paul Biya, e Tchad, Idriss Déby Itno, países não membros da CEDEAO, bem como a presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini-Zuma, e o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

A CEDEAO agrupa Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Côte d'Ivoire, Gâmbia, Gana, Guiné-Bissau, Guiné Conakry, Libéria, Mali, Nigéria, Níger, Senegal, Serra Leoa e Togo.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/MAR/DD 08julho2014

08 Julho 2014 13:43:13




xhtml CSS