Greve de farmácias no Senegal

Dakar, Senegal (PANA) – As farmácias estarão encerradas sexta-feira, no Senegal, das oito às 15 horas (locais e TMG) para protestar contra a morte de dois empregados duma farmácia, na semana passada, em Ndioum, uma localidade do norte do país.

Este encerramento vai fazer-se acompanhar, de manhã, por uma concentração diante do Ministério da Saúde, em Dakar, e diante das Prefeituras das províncias.

A decisão foi tomada, terça-feira à noite, pela Ordem dos Farmacêuticos Privados que pede uma melhor proteção das famárcias, nomeadamente as que utilizam guardas noturnos.

Os farmacêuticos decidiram igualmente suspender os guardas noturnos até que a segurança das suas instalações seja protegida pelo Estado, pondo « pelo menos um polícia em cada farmácia”.

Durante uma conferência de imprensa, a presidente dos farmacêuticos privados, Fatou Ndiaye Deme, deplorou os ataques contra as suas estruturas, afirmando que 50 delas foram assaltadas desde 2005.

« As farmácias são visadas, pilhadas para alimentar redes obscuras de venda ilícita de medicamentos. Apelamos mais uma vez ao Estado para assumir as suas responsabilidades para combater este mercado ilícito do medicamento, um flagelo para a saúde das populações”, declarou.

-0- PANA AAS/JSG/MAR/IZ 09nov2016

09 Novembro 2016 18:23:13


xhtml CSS