Governo somalí determinado a tomar controlo de Kismayo

Nairobi- Quénia (PANA) -- O governo interino da Somália prometeu domingo em Baidoa desalojar os "elementos extremistas" escondidos na cidade portuária de Kismayo, no sul do país.
"O Governo tenciona expulsar os últimos elementos escondidos em Kismayo", declarou à PANA o porta-voz do Governo Federal de Transição (GFT), Abdirahman Dinari.
As tropas somalís, apoiadas pelo Exército etíope, estariam a progredir para Kismayo para atacar os "elementos" inimigos.
Os chefes da União dos Tribunais Islamitas (UTI, rebelião) exprimiram também a sua determinação de defender esta cidade, o seu último bastião contra um iminente ataque do Exército Nacional Somalí.

01 Janeiro 2007 12:22:00




xhtml CSS