Governo lembra proibição de venda de materiais militares aos civis no Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Está proibida a venda de artigos militares às populações civis sobretudo neste momento em que o país vive sob ameaças terroristas, indica um comunicado oficial do ministério burkinabe da Segurança Pública.

No documento, lembra-se aos comerciantes que vendem artigos militares aos civis que "a atividade é estritamente proibida em todo o território nacional. Os prevaricadores expõem-se a sanções".

De acordo com o ministério da Segurança, no mercado de Burkina, encontramos cinturões, fardas militares, bainhas de pistolas de guerra na posse de civis "sem qualquer precaução para se certificar que estes pertencem às forças de defesa e segurança ".

O governo justificou esta decisão pelas ameaças terroristas e pelo recrudescimento de atos de banditismo no Burkina Faso.

-0- PANA NDT/BEH/DIM/DD 25abril2018

25 Abril 2018 13:46:31


xhtml CSS