Governo congolês reabre rádios e cadeias de televisão encerradas

Kinshasa- RD Congo (PANA) -- Cerca de 15 cadeias de televisão privadas, interditas desde 20 de Outubro último por ilegalidade, acabam de ser reabertas por decreto do ministro congolês da Comunicação e Médias, Emile Bongeli, soube a PANA de fonte oficial.
Esta medida abrangeu também cerca de 10 rádios privadas, de acordo com o governante congolês que saudou por outro lado a calma observada neste sector após as turbulências registadas depois da proibição.
Bongeli preconizou igualmente a criação de um quadro de concertação permanente com os profissionais de orgãos de informação e com responsáveis das suas associações.
O ministro da Comunicação e Médias anunciou ainda a reorganização do sector audiovisual a fim de favorecer "a emergência de uma imprensa citadina e responsável, e dos órgãos de imprensa viáveis capazes de garantir a segurança jurídica e profissional dos jornalistas".
O goverante congolês convidou os jornalistas a respeitarem as regras éticas e deontológicas, recomendando aos seus responsáveis para adoptarem uma atitude moderada em vez do triunfalismo.

22 Dezembro 2007 13:46:00




xhtml CSS