Governo congolês instado a controlar medicamentos

Brazzaville- Congo (PANA) -- O Conselho da Ordem dos Farmacêuticos (CNOP) e o Sindicato Nacional das Farmácias do Congo (SYNAPHAC) instaram terça-feira em Brazzaville o governo congolês a controlar os medicamentos a fim de preservar a saúde das populações.
As duas organizações pediram ao Estado congolês para criar um laboratório de controlo da qualidade.
Estes pedidos foram formulados por ocasião da semana de sensibilização sobre os perigos dos medicamentos vendidos na rua.
O CNOP e o SYNAPHAC sublinharam que a luta contra a contrafacção deve ser um combate de todos os profissionais da saúde, das populações e da sociedade civil.
   Eles deploraram a proliferação no Congo de medicamentos falsificados vendidos através de redes ilícitas, sublinhando os riscos que incorrem as populações.

01 Junho 2005 11:09:00


xhtml CSS