Governo cabo-verdiano garante anti-retrovirais às grávidas

Praia- Cabo Verde (PANA) -- O Ministro cabo-verdiano do Estado e da Saúde, Basílio Ramos, disse que o governo vai fornecer gratuitamente, a partir de Maio próximo, medicamentos anti- retrovirais às gravidas, como forma de conter a prevalência da infecção vertical do HIV aos filhos através das mães.
Basílio Ramos adiantou que a medida começará a ser aplicada apenas em Maio porque é nessa altura que está prevista a inclusão dos medicamentos anti-retrovirais na Lista Nacional de Medicamentos em Cabo Verde.
Em entrevista concedida terça-feira à Rádio Nacional de Cabo Verde (RCV), o Ministro da Saúde sublinhou que essa decisão vai de encontro às preocupações do governo em relação ao HIV/SIDA, um flagelo que, conforme disse, "é preciso combater com todos os meios possíveis".
Lamentou, entretanto, o facto de o governo não dispor ainda de meios financeiros para distribuir os anti-retrovirais para o resto da população infectada com o HIV.
Referiu que os meios "não são abundantes, muito pelo contrário, e por isso o fornecimento dos medicamentos que inibem o desenvolvimento da doença apenas é extensível às gestantes".
Entretanto, o governo cabo-verdiano tem levado a cabo outras iniciativas para obter os anti-retrovirais em condições mais vantajosas.
Uma delas consiste em levar Cabo Verde a "concorrer a mecanismos especiais de aquisição dos medicamentos em condições de facilidade, nomeadamente, por intermédio de programas das Nações Unidas e outros".
No entanto, Basílio Ramos afastou a possibilidade de Cabo Verde recorrer à importação de medicamentos genéricos, lembrando que os países que os produzem, como a África do Sul e o Brasil, estão impossibilitados de os exportar.
O governante considerou que essa seria "uma boa solução, uma vez que a cooperação existente entre Cabo Verde e o Brasil poderia estender-se a essa área".
O Ministro da Saúde indicou que em Cabo Verde existem 1.
060 pessoas infectadas pelo HIV.
Basílio Ramos anunciou que o governo vai iniciar, ainda este ano, um estudo específico sobre a doença, para que se possa conhecer a real extensão do problema da SIDA em Cabo Verde.

06 Fevereiro 2003 09:13:00


xhtml CSS