Governo autoproclamado gabonês envia delegado para Cimeira da UA

Addis-Abeba, Etiópia (PANA) – Um delegado do Governo gabonês autoproclamado chegou em Addis Abeba para tentar obter o apoio da União Africana (UA) ao seu projeto de tirar do seu país do que qualificou de "reinado dum poder ilegal".

Bruno Ben Moubamba, ministro da Cooperação e Negócios Estrangeiros do autoproclamado Presidente André Mba Obame, disse à PANA que vai procurar encontrar-se com o Presidente da Comissão da UA, Jean Ping, e espera ser autorizado a assistir à cimeira como observador.

"É hora de a UA apoiar as mudanças específicas que decorrem em todo o continente", disse Moubamba, insistindo que a organização deve escutar a vontade popular para a implantação de Governos democráticos, estáveis e duradouros.

"A minha presença nesta cimeira é um ato de solidariedade aos que são atualmente reprimidos na sede do PNUD em Libreville", disse, acrescentando ter iniciado uma greve de fome de 72 horas a partir desta sexta-feira para apoiar simbolicamente os seus colegas refugiados na sede do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento na capital gabonesa.

André Obame, que perdeu a eleição presidencial de agosto de 2009 face a Ali Bongo Ondimba, nomeou terça-feira última um Governo de 19 ministros.

Posteriormente, o Governo de Ali Bongo dissolveu o seu partido, a União Nacional (UN), e anunciou um processo judicial contra ele e os seus companheiros por "sedição".

-0- PANA AR/BOS/FJG/TBM/CJB/TON  29jan2011

29 Janeiro 2011 16:51:21




xhtml CSS