Governador de Darfur Centro tenta acalmar tensão entre tribos rivais locais

Cartum, Sudão (PANA) – O Governo de Darfur Centro (oeste sudanês) ordenou a dispersão de qualquer comício tribal na localidade de Abu Dukhin, onde violências entre pastores árabes pertencentes às tribos Salamat e Missairiya fizeram, na última semana, pelo menos 30 mortos, informou terça-feira a imprensa local.

"Os órgãos encarregues da segurança da região receberam a ordem de castigar de modo severo uma ou outra parte que queira encorajar a sedição ou tente agredir o Quartel-General de uma localidade", advertiu o Governo deste Estado fronteiriço do Sudão do Sul.

Por outro lado, a Missão das Nações Unidas em Darfur (MINUAD) assegura ter facilitado a viagem do governador na região para tentar acalmar os ânimos entre as duas tribos rivais.

Num comunicado, a MINUAD indica que, depois dos confrontos mortíferos entre os Salamat e os Missairiya, a delegação do governador, acompanhada por uma equipa de responsáveis da MINUAD, deslocou-se, domingo, a localidade de Um Dukhun para desempenhar um papel de medianeiro entre as duas tribos.

Não se sabe ainda o elemento que desencadeou os últimos combates entre as duas tribos desavindas, apesar dos conflitos na região estarem geralmente ligados ao pasto e às terras.

-0- PANA MO/SEG/NFB/TBM/IBA/CJB/DD     19nov2013

20 نوفمبر 2013 09:13:46




xhtml CSS