Gana solicita ajuda internacional na luta contra seita Boko Haram

Berlim, Alemanha (PANA) - O chefe de Estado do Gana e presidente em exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), John Mahama, lançou a sua campanha para uma força multinacional com vista a combater o grupo terrorista Boko Haram, solicitando a ajuda da Alemanha à força militar a fim de pôr termo às suas atrocidades.

A seita Boko Haram, que opera no norte da Nigéria,  alargou recentemente os seus massacres, raptos e incêndios a várias aldeias nos Camarões, depois de matar milhares de pessoas na Nigéria.

O Presidente Mahama anunciou, em conferência de imprensa conjunta com a chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim, que uma força continental será brevemente criada para combater a Boko Haram.

Os órgãos de comunciação ganenses citaram Mahama a declarar que o continente estará em condições de fornecer tropas para conter as atividades da Boko Haram, mas a força precisará dum apoio financeiro e logístico dos seus parceiros europeus para controlar com êxito o terrorismo na Nigéria.

Ele declarou que uma vez que a ideia foi defendida a nível da União Africana (UA),  ela será considerada e envolverá as Nações Unidas e outros parceiros a fim de conter a ameaça.

Sexta-feira última, o Presidente Mahama defendeu a sincronização das estratégias em África para combater o terrorismo e outras atrocidades, indicando que, enquanto a Nigéria e os Camarões estão expostos a atividades da Boko Haram, a Somália e outros estão a lutar contra a milícia Al-Shabab.

Ele declarou durante uma conferência de imprensa em Accra que  existe a necessidade dum esforço coletivo de luta contra o terrorismo de forma a restabelecer a paz e a ordem no continente, acrescentando que o terrorismo  regista dimensões diferentes nas diferentes regiões e então precisa de esforços concertados para o erradicar.

O líder ganense disse que, enquanto os Camarões e a Nigéria  projetam a possibilidade de utilizar o Exército para responder à progressão terrorista, é necessário elaborar outras estratégias que possam acelerar os seus movimentos contra as práticas desumanas da Boko Haram na região.

-0- PANA MA/MTA/TBM/SOC/FK/IZ 20jan2015

20 Janeiro 2015 17:24:02




xhtml CSS