Gana expulsa dois jogadores no Mundial de 2014

Brasília, Brasil (PANA) - Dois jogadores chaves da seleção do Gana foram expulsos da equipa algumas horas antes do arranque do jogo decisivo contra Portugal, no quadro do seu últimos jogo do Grupo G no Estádio Nacional de Brasília, soube a PANA quinta-feira de fontes seguras.

Kevin-Prince Boateng foi expulso da equipa por insubordinação, enquanto Sulley Muntari foi expulso por agredir fisicamente um responsável da Federação Ganense de Futebol (GFA).

Os dois jogadores foram ordenados a deixar o local de estágio da equipa e o campo de treino dos jogadores.

Segundo um comunicado publicado pela GFA, a expulsão de Kevin Prince-Boateng da equipa foi motivada por um pedido formulado pelo treinador ganense, James Appiah, que teria sido objeto de insultos vulgares por parte do jogador durante a sessão de treino da equipa em Maceió.

O comunicado da Federação indica que Boateng não teria apesentado desculpas até  agora na sequência do seu ato.

Por sua vez, Muntari foi expulso da seleção por ataques físicos contra um membro do Comité Executivo da GFA e contra um membro da equipa técnica dos "Black Stars".

A acreditação no Mundial de futebol de 2014 no Brasil dos dois jogadores foi retirada pela GFA com efeito imediato.

O Gana está à beira da eliminação neste Mundial de futebol por totalizar apenas um ponto em dois jogos e tem a obrigação de vence por 2-0 Portugal para poder esperar a sua qualificação.

O resultado do jogo entre os Estados Unidos e a Alemanha, que vai ser disputado igualmente esta quinta-feira, determinará em larga medida a qualificação dos Black Stars.

-0- PANA WIL/SEG /BAD/BEH/FK/TON  26 junho 2014

26 Junho 2014 17:51:02




xhtml CSS