Futura companhia aérea oeste-africana interessa SADC

Dakar- Senegal (PANA) -- A Sociedade para a Promoção de uma Companhia Aérea Regional (SPCAR) e a Associação das Câmaras de Comércio e Indústria da SADC (ASSCI) vão assinar a 7 de Dezembro corrente em Lomé (Togo) um acordo de criação de uma companhia aérea na África Ocidental, soube a PANA junto de fonte autorizada.
O Acordo de Lomé será assinado no termo da reunião do Conselho de Administração da SPCAR, na presença do secretário-geral da Associação das Companhias Aéreas Africanas (AFRAA), Christian Folly-Kossi, "cujo papel de facilitador permitiu à SPCAR estabelecer os contactos com a Associação das Câmaras de Comércio e Indústria da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral)", precisa um documento da SPCAR.
O projecto de uma companhia oeste-africana denominada "Eco-Air", lançado em Agosto de 2005 em Dakar pelo Banco de Investimento e Desenvolvimento da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (BIDC), tinha por missão "revitalizar" a indústria aérea na África Ocidental, após a liquidação de Air Afrique.
Após mais de um mês de consultas sob a égide do BIDC e o Banco de Desenvolvimento da África Austral (IDC), a parceria entre a SPCAR e a ASSCI foi discutida a 16 de Novembro último em Sandton (África do Sul), à margem da 37 Assembleia Geral da AFRAA realizada em Sun City (África do Sul).
Por esta ocasião, um memorando foi assinado pelo presidente do Conselho de Administração da SPCAR, o togolês Gervais Djondo, e pelo presidente director-geral da ASSCI, Sipho Mseleku, que pretendem colaborar para a "criação de uma companhia aérea cuja missão é garantir progressivamente serviços aéreos a todos os países africanos".
Com a participação da Associação das Câmaras de Comércio e Indústria da SADC, a futura companhia deverá estender as suas actividades a outras regiões de África, conformando-se, de acordo com os seus inciadores, com o objectivo da integração económica contido na NEPAD.

04 Dezembro 2005 14:58:00




xhtml CSS