Fundo de Promoção do Emprego forma mil e 710 jovens em Cabo Verde

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Fundo de Promoção do Emprego e da Formação (FPEF) já formou, nos dois primeiros anos da sua existência, mil e 710 jovens, com financiamentos próprios e os do Novo Banco avaliados em 131 milhões de escudos (cerca de um milhão e 200 mil euros), anunciou quarta-feira última o Governo de Cabo Verde.

Conforme declarou a ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Janira Hopffer Almada, a formação desses jovens está a ter impacto na sociedade uma vez que, frisou, o Governo deu prioridade às áreas de formação em sintonia com a agenda de transformação de Cabo Verde.

A governante, que falava a jornalistas antes de presidir à cerimónia de abertura das atividades alusivas à comemoração do segundo aniversário do FPEF, explicou que o fundo, para além de proporcionar a formação para a inserção dos jovens no mercado do trabalho, concede-lhes também um apoio financeiro para que possam desenvolver seus projetos e ideias de negócio.

Por isso, ela explicou que o FPEF tem vindo a implementar, neste dois anos, ideias basilares a nível de estímulo à formação dos jovens cabo-verdianos no sentido de se aumentar a taxa de empregabilidade e o apoio às atividades de desenvolvimento do auto-emprego.

Criado pelo Governo de Cabo Verde, em 2012, o Fundo de Promoção do Emprego e da Formação pretende ser um instrumento visando um maior acesso à formação profissional e mais oportunidades de integração no mercado de trabalho, aumentando assim a empregabilidade dos Cabo-verdianos, em geral, e dos jovens, em especial.

-0- PANA CS/DD 30julho 2015


30 Julho 2015 13:36:41


xhtml CSS