Fundo Mundial de Luta contra SIDA concede mais de $ três milhões ao Congo

Brazzaville, Congo (PANA) - O Fundo Mundial de luta contra a SIDA, Tuberculose e Paludismo acaba de conceder ao Congo três milhões e 689 mil e 389 dólares americanos para financiar ações em seis regiões do pais, anunciou terça-feira um comunicado oficial.

Este financiamento inscreve-se na segunda fase do projeto "Apoio ao Reforço da Resposta Nacional ao VIH junto das populações vulneráveis no Congo", precisa o comunicado.

Segundo os beneficiários, esta subvenção é fruto de longas negociações com o Fundo Mundial, devido a despesas inelegíveis constatadas poor uma auditoria orientada pelo gEscritório da Inspeção Geral do Fundo Mundial.

Para a boa gestão destes fundos, o Comité de Coordenação Nacional (CCN) identificou a Cruz Vermelha francesa como o principal gestor desta verba o que culminou na assinatura recentemente entre as duas entidades em Brazzaville.

Com efeito, o requerimento formulado pela segunda fase deste projeto consiste em contribuir para a melhoria da resposta nacional atravès do fornecimento de serviços de alto impacto de prevenção, de cuidados e de um apoio de qualidade às populações mais vulneráveis e as mais expostas ao risco.

O projeto cobre seis regiões entre as quais Cuvette e Sangha (norte), Lékoumou e Bouenza, no sudoeste do Congo.

No quadro da aplicação deste empreendimento, algumas estruturas foram retidas com a anuência do Fundo Mundial.

Trata-se da Rede Nacional das Associações dos Positivos no Congo, da Associação Juramento Universal, da Ação de Socorros de Emergência e Desenvolvimento Humano, da Associação de Apoio aos Grupos Vulneráveis, da Cruz Vermelha e dos centros de tratamento ambulatório de Brazzaville  e de Ponta Negra (sul).

Há cerca de 10 anos, o Fundo Mundial financia projetos de luta contra a sida, a tuberculose e o paludismo no Congo avaliados em mais de 51 milhões de francos CFA (mais de 100 mil dólares americanos).

-0- PANA MB/JSG/MAR/DD 9set2014

09 Setembro 2014 15:08:02


xhtml CSS