Fundação Nelson Mandela pede debate sobre antiga bandeira sul-africana

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) – A Fundação Nelson Mandela apelou esta segunda-feira para um debate público em torno da proibição ou não da antiga bandeira sul-africana, considerada como um símbolo do Apartheid.

Este apelo foi lançado na sequência da exibição da mesma bandeira durante manifestações contra a criminalidade organizadas na semana passada no país para sensibilizar a opinião pública ao aumento dos ataques violentos contra os fazendeiros  brancos.

« Chegou o momento para criminalizar o facto de exibir a antiga bandeira ? », interroga-se a Fundação num comunicado transmitido à PANA.

A Fundação interroga-se ainda se existe laços entre as manifestações e o sentimento de fúria profunda que subjaz a cada caso de morte de fazendeiro branco.

"Como fomentar a repulsa coletiva face à morte de qualquer cidadão sul-africano, qualquer que seja a sua categorização ? Podemos transformar o nosso país marcado pela violência num local inspirado pelo sonho de liberdade de Nelson Mandela ?, interroga-se a Fundação, notando  também que as manifestações reforçaram as clivagens raciais na África do Sul.

Para Julius Malema, líder do partido da oposição « Economic Freedom Fighters », a Polícia deveria disparar contra os manifestantes.

« Era uma oportunidade para eles testarem as balas de borracha contra a pele branca. Eles perderam-na”, comentou Malema.

-0- PANA CU/MA/NFB/JSG/FK/IZ 6nov2017

06 novembre 2017 16:33:19




xhtml CSS