Funcionários públicos cabo-verdianos aprendem francês

Praia- Cabo Verde (PANA) -- A Agência Universitária da Francofonia (AUF) está a promover, na cidade da Praia, um curso de reforço das capacidades em língua francesa destinado a agentes da administração pública cabo-verdiana, informou sexta-feira à PANA uma fonte segura.
O curso, com a duração de cerca de um mês, está a ser frequentado por mais de quarenta agentes provenientes de diferentes serviços dos diversos Ministérios e Departamentos estatais do arquipélago.
A acção formativa é ministrada por professores cabo-verdianos e do Instituto de Francês para Estudantes Estrangeiros (IFE) afiliado à Universidade Cheikh Anta Diop de Dakar (Senegal).
No final do curso, os formandos que obtiverem bons resultados receberão um diploma reconhecido pela Universidade Cheikh Anta Diop, que lhes vai permitir aceder a cursos universitários nesta instituição senegalesa de ensino superior ou numa outra do espaço francófono com a qual ela tenha acordo de cooperação.
O curso destina-se a reforçar as capacidades em língua francesa dos formandos, que, para além de constituir uma mais-valia pessoal, irá igualmente melhorar a sua performance nos locais de trabalho e a eficiência dos serviços prestados.
A acção formativa, que conta com o apoio técnico e financeiro da AUF, está a ser realizado em parceria com o Instituto Superior do Ensino (ISE) de Cabo Verde por iniciativa da Comissão Nacional da Francofonia em Cabo Verde.
O director do Bureau Regional para África Ocidental da AUF, sediado em Dakar, Bonaventure Mve-Ondo, vai deslocar-se à cidade da Praia para assitir ao encerramento do curso, previsto para inícios de Outubro próximo.
A AUF, fundada em Montreal (Canadá) em 1961, é uma instituição multilateral que apoia a cooperação e a solidariedade entre as instituições universitárias que trabalham em francês.

24 Setembro 2004 13:27:00




xhtml CSS