França condena recrutamento de crianças soldados no Sudão do Sul

Abidjan, Cote d'Ivoire (PANA) - O Ministério francês dos Negócios Estrangeiros condenou,  terça-feira, o recrutamento e utilização de crianças soldados  pelas partes em conflito no Sudão do Sul, apesar das suas promessas reiteradas de acabar com  essas graves violações dos direitos humanos.

Segundo uma  declaração do porta-voz do Ministério francês dos Negócios Estrangeiros, Romain Nadal, França apela para uma ratificação universal da Convenção relativa aos direitos da Criança e o seu protocolo sobre este  assunto.

"Queremos que todos os Estados que ainda não o fizeram aceitem  os princípios e compromissos contra o recrutamento de crianças por grupos armados ", aprovados durante  a conferência de Paris organizada pela França e pelo UNICEF em 2007 ", exertou .

Por outro lado, para fazer avançar a luta contra a impunidade e o processo de reconciliação, França quer a publicação das conclusões e recomendações da Comissão  de Inquérito  da União Africana  (UA) sobre  as violações dos direitos humanos no Sudão do Sul.

De acordo com o UNICEF, 12 mil crianças foram forçadas a participar no conflito em 2014.

-0- PANA BAL/DIM/IZ 18fev2015

18 Fevereiro 2015 10:40:47


xhtml CSS