França condena assassinato de 129 crianças no Sudão do Sul

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA)   - O Ministério francês dos Negócios Estrangeiros e Desenvolvimento Internacional condenou esta segunda-feira o assassinato de 129 crianças em Unity State, no Sudão do Sul.

O porta-voz do Quai d’Orsay (Ministério francês dos Negócios Estrangeiros), Romain Nadal, exprimiu a consternação do seu país pela informação do diretor do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Anthony Lake, sobre as 129 crianças selvaticamente assassinadas, em maio último, em Unity State, no Sudão do Sul.

« Nós condenamos estas atrocidades. Não deve haver impunidade para estes crimes que devem ser esclarecidos », declarou Nadal.

Ele revelou que França encoraja a comissão de inquérito da União Africana (UA) sobre as violações dos direitos humanos no Sudão do Sul a publicar, sem delongas, o seu relatório e que ela deseja que o Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas tome todas as disposições para acompanhar a situação no terreno.

« As conclusões da 25ª Cimeira dos Chefes de Estados e de Governos da UA de Joanesburgo (África do Sul) sobre o Sudão do Sul são claras:  as partes em conflito assumem a inteira responsabilidade por  esta crise. França reitera a sua disposição de adotar sem delongas no Conselho de Segurança das Nações Unidas sanções identificadas contra os que minam a paz,  sobretudo ao perpetrar ataques contra civis, em particular as mulheres e as crianças”, precisou Nadal.

-0- PANA BAL/IS/FK/TON 22junho2015

22 Junho 2015 15:12:01


xhtml CSS