França anuncia aumento da sua ajuda a África

Yaoundé- Camarões (PANA) -- A França vai aumentar em 50 por cento a sua ajuda pública ao desenvolviemnto a favor de África, anunciou quinta-feira, em Yaoundé, o ministro delegado daquele país para Cooperação e a Francofonia , Pierre-André Wiltzer.
Falando durante a sessão de abertura da conferência ministerial de seguimento da 21ª Cimeira França-África, Pierre-André Wiltzer afirmou que este aumento, que entrará em vigor no próximo ano, é « a prova da nova vontade política do governo francês a favor do continente africano ».
Segundo o governanete francês, não obstante os novos focos de tensão surgidos em África nessas últimas semanas, a França não está pessmista em relação ao continente.
O ministro francês da Cooperação e da Francofonia sublinhou que as esperanças de França repousam sobre a criação da União Africana e a adopção da Nova Parceria para o Desenvovlemento de África(NEPAD) que traduzem, estimou, o desejo do continente de colocar nas suas mãos o seu destino e traçar livremente a verdadeira via que lhe dará acesso ao desenvolvimento.
Por seu lado, o ministro de Estado camaronês encarregue pelas Relações Exteriores, François -Xavier Ngoubeyou, afirmou na ocasião serem igualmente os factos que atestam os esforços feitos por África, desde janeiro de 2001, na dinâmica de implementação das resoluções da Cimeira França- África.
A França permanecerá como advogada de África, assegurou o seu representante, que prometeu que o seu país aproveitará a sua presidência do G8 no próximo ano, para tudo fazer a fim de se aplicar as decisões a favor do continente, saídas da Cimeira de Kananaskis, no Canadá, em setembro de 2002.
A reunião de Yaoundé, que trmina terça-feira, deverá fazer a análise do seguimento da Cimeira França-África, realizada em janeiro de 2001 na capital camaronesa, e preparar a próxima Cimeira prevista para fevereiro de 2003 em França.

26 Novembro 2002 11:51:00


xhtml CSS