Foto do capitão Sanogo retirada de exposição sobre conflito no norte do Mali

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – Uma foto do chefe da ex-junta militar maliana, o capitão Amadou Sanogo, foi retirada duma exposição em Addis Abeba mostrando as atrocidades da guerra na República Democrática do Congo (RD Congo) e no norte do Mali.

Colocada entre diversas outras imagens no salão da nova sede da União Africana (UA), a foto motrava o contraverso capitão Sanogo fardado apertando a mão do ministro burkinabé dos Negócios Estrangeiros, Djibril Bassolé.

"A foto suscitou debates a nível interno. Alguns não viam a oportunidade da sua presença na exposição, outros apoiavam o contrário. Prefirimos retirá-la. Mas nenhuma pressão foi exercida para esta decisão", precisou à PANA Désiré Assogbavi, chefe do escritório da ONG internacional OXFAM na UA.

Co-organizada pela Comissão da UA e pela OXFAM, a exposição intitulada "Histórias provenientes da RD Congo e do Mali. Mostrar a resiliência face ao conflito", decorre à margem da 20ª Cimeira da UA, que se reúne de 21 a 29 de janeiro em Addis Abeba.

A Cimeira, que tem como lema principal "Pan-africanismo e Renascença Africana", vai consagrar uma parte dos seus trabalhos à crise maliana e a outras situações de conflito no continente.

-0- PANA SEI/JSG/IBA/CJB/TON 25jan2013

25 Janeiro 2013 10:11:19




xhtml CSS