Fórum sobre diálogo político largamente comentado no Benin

Cotonou- Benin (PANA) -- Os jornais publicados esta semana no Benin comentaram largamente a decisão do governo de realizar um fórum sobre o diálogo político para atenuar a tensão no seio dos diferentes actores da vida política nacional.
O Fraternité augura que o encontro não terá lugar, os convidados ainda não estão prontos para esta data que julgam muita brusca e marcada sem concertações prévias com os actores políticos.
A iniciativa, em si, não é má, tendo em conta a situação política actual do país, mas o governo, segundo alguns líderes políticos do local, não tomou a decisão com moderação, escreve o jornal.
O L'Autre Quotidien relata os pronunciamentos do ex-Presidente da República Nicéphore Soglo (de 4 de Abil 1991 a 4 de Abril de 1996) para quem este diálogo é necessário para criar as condições de relançamento do desenvolvimento do país.
Com o título "Boni Yayi (actual chefe do Estado) não acertou a sua aposta", o Le Matinal analisa o "baile" das personalidades que mantiveram encontro com o Presidente Boni e estima que o "chefe do Estado desempenha um papel de bombeiro mas a potência das chamas não lhe permite apagar este fogo".
"Desde que a Assembleia Nacional bloqueia o seu poder e se tornou num lugar por excelência do braço de ferro entre os deputados e o governo, nunca o Palácio da Marinha (presidência da República do Benin) recebeu tanta gente em pouco tempo", comenta o diário.
O La Nouvelle Tribune indica que os G13, G4 e Force-clé (oposição) desprezam o fórum de Yayi Boni e preferem reflectir sobre o futuro da nação em detrimento do fórum sobre o diálogo nacional previsto pelo governo.
O jornal abre as suas colunas ao presidente do comité de organização, Kolawolé Idji, que explicou que as formações políticas em causa têm sempre desejado um diálogo franco e sincero com o chefe do Estado, longe de efeitos de anúncio e de slogans.
O ex-presidente da Assembleia Nacional lamenta o facto de os líderes políticos em causa terem sido informados, como todos, por um comunicado de conselho de ministros sobre a realização deste encontro.
O L'Aube Nouvelle, diário pró-governamental, anunciou na sua divulgação de sexta-feira, que o fórum sobre o diálogo político foi adiado mesmo por causa de calendários sobrepostos do Presidente da República e do calendário das personalidades influentes da classe política que programaram um encontro no mesmo período.

29 Novembro 2008 15:54:00


xhtml CSS