Fórum de Primeiras Damas da CEDEAO sobre fístula obstétrica abre no Níger

Niamey, Níger (PANA)   - O Fórum das Primeiras Damas dos países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) iniciou-se quinta-feira em Niamey, sob a presidência do chefe de Estado togolês, Faure Gnassingbé, igualmente Presidente em exercício da organização sub-regional.

Este fórum, cuja cerimónia de abertura foi copresidida pelo chefe de Estado do Níger, Issoufou Mahamadou, precede uma reunião de peritos realizada de 2 a 3 de outubro corrente e uma outra ministerial organizado quarta-feira última para aperfeiçoar documentos-quadros.

O encontro das Primeiras Damas é co-organizado pela Comissão da CEDEAO, pelo Estado do Níger e pela Fundação Tattali Iyal (Bem-Estar Familiar) da Primeira Dama do Níger, Malika Issoufou.

O objetivo é reforçar o compromisso político das Primeiras Damas em torno das soluções operacionais a implementar nos 15 países-membros da CEDEAO.

Da agenda consta nomeadamente a resposta das Primeiras Damas à erradicação da fístula obstétrica na África Ocidental,  o quadro estratégico da CEDEAO para reforçar os sistemas de proteção da infância para conter e prevenir a violência, abusos e a exploração, a luta contra  mutilações genitais femininas e o impacto da violência sexista contra as mulheres e jovens na África  Ocidental.

O fórum deverá culminar num consenso geral sobre o tratamento da fístula obstétrica, mutilações genitais, violências baseadas no género bem como na adoção dum quadro estratégico regional para reforçar os sistemas de proteção da criança e estabelecer uma parceria duradoura entre a Comissão da CEDEAO.

-0- PANA SA/AAS/FK/DD 6out2017

06 Outubro 2017 13:12:49


xhtml CSS