Fome e cólera fazem 110 mortos na Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) – O primeiro-ministro somalí, Hassan Ali Khairi, anunciou que  quase 110 pessoas morreram em 48 horas em diferentes zonas das províncias de Bay e de  Bakool, no norte  da Somália, devido à seca e à epidemia de cólera.

As declarações do chefe do Governo somalí foram feitas após uma reunião com o Comité  Nacional de Socorros das Vítimas da Seca que apresentou um relatório sobre a situação, indicou a imprensa local.

O primeiro-ministro somalí apelou ao povo somalí para participar nas operações de ajuda às vítimas da seca, assumindo o compromisso de que o seu Governo fará o seu possível para  dar ajuda humanitária às famílias afetadas pela seca.
  
-0- PANA AD/IN/BEH/FK/IZ 5março2017

05 Março 2017 11:47:16




xhtml CSS