FIFA suspende oficial Adamu da Nigéria da atividade futebolística

Zurique, Suíça (PANA) - O órgão reitor do futebol mundial, a FIFA, suspendeu o oficial nigeriano Amos Adamu de "participar em toda atividade ligada ao futebol a nível nacional e internacional" durante dois anos.

A FIFA declarou quarta-feira, num comunicado, que a decisão foi tomada pela sua câmara de julgamento do Comité de Ética Independente presidido por Hans Joachim Eckert.

Ela indicou que a sanção tem efeitos a partir de 28 de fevereiro de 2017, data em que esta decisão foi notificada.

A FIFA declarou que o inquérito sobre Adamu foi levado a cabo por Cornel Borbely, presidente da câmara de inquérito do Comité de Ética, que desembocou na apresentação dum relatório final submetido à câmara do julgamento, a 2 de dezembro de 2016. O procedimento de arbitragem foi oficialmente aberto a 20 de dezembro de 2016.

"A câmara de primeira instância determinou que, envolvendo-se na organização dum evento em 2010, enquanto membro do Comité Executivo da FIFA de então, Adamu violou os artigios 13 (regulamentos gerais de conduta), 15 (lealdade) e 19 (conflitos de interesses) do código de ética da FIFA".

É a segunda vez que Adamu está suspenso no plano mundial das atividades ligadas ao futebol pela FIFA. Em  2010, foi suspenso durante três anos e isto conduziu à perda do seu cargo de membro do comité executivo da FIFA  e da Confederação Africana de Futebol.

-0- PANA MA/MTA/BEH/MAR/IZ 02março2017

02 Março 2017 16:03:02




xhtml CSS