Festival Gravana 2014 arranca em São Tomé e Príncipe

São Tomé, São Tomé e Príncipe (PANA) - A edição de 2014 do Festival Gravana arrancou quinta-feira na capital santomense, São Tomé, num evento consagrado à promoção, durante oito dias, da cultura e do turismo nacionais, constatou a PANA no local.

Trata-se dum certame que realça a diversidade cultural do arquipélago de São Tomé e Príncipe e é tido pelas autoridades como um "complemento para impulsionar o turismo".

Segundo o diretor da Cultura, Nelson Campos, vários Santomenses residentes na Diáspora revisitam as ilhas na gravana (estação seca), bem como vários turistas europeus.

Por seu turno, o ministro da Educação, Cultura e Formação, Jorge Bom Jesus, considerou a cultura como "a expressão mais fiel do pensar, do sentir, e do agir do nosso povo, o verdadeiro pulsar da sua arma identitária”.

"O Festival Gravana é cultura por excelência, é música, dança, tradição, arte, encontro e desencontros, festa, entretenimento, é grito do povo, é historia, é turismo", enalteceu o governante na abertura do evento.

Criado através de uma aliança público-privada em 2004, o Festiva prevê para esta edição  animação de grupos culturais e concertos musicais com a presença de vários cantores nacionais e estrangeiros com destaque para músicos angolanos.

-0- PANA RMG/IZ 15ago2014

15 Agosto 2014 17:30:57


xhtml CSS