FAO fornece assistência agrícola a zonas de acesso difícil no Sudão do Sul

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – A operação de reação rápida da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) ao conflito no Sudão do Sul forneceu uma assistência de subsistência a 60 mil famílias vítimas de insegurança alimentar em partes difíceis de acesso das zonas do norte dos Estados de Jonglei, Unity e Alto Nilo.

Num comunicado publicado segunda-feira última em Nova Iorque, nos Estados Unidos, a FAO declarou que os estoques de alimentos nestas zonas estão a esgotar-se e a maioria das famílias foram incapazes de produzir este ano alimentos através da agricultura ou pesca.

As distribuições recentes de kits de subsistência juntam-se a 430 mil outros de culturas, de legumes e de pesca que a FAO já distribuiu este ano para apoiar quase duas mil e 300 mil pessoas confrontadas com a insegurança alimentar e uma desnutrição em pleno crescimento.

« Em numerosas províncias do Sudão do Sul, a estação das chuvas mina o acesso por estrada e voos regulares de avião, levando a FAO a utilizar os únicos meios possíveis para atingir estas comunidades, designadamente helicópteros. Isto significa que podemos igualmente aproveitar mais facilmente poucas oportunidades para distribuirmos ajuda, visto que o cessar-fogo continua em vigor",  declarou o diretor de Intervenção da Emergência da FAO para o Sudão do Sul, Abdoul Karim Bah, citado no comunicado.

"Estivemos em condições de nos deslocar rapidamente para atingir as zonas que foram atingidos desde o início do conflito” (a 21 de maio de 2011), regozijou-se.

A partir de 1 de outubro corrente, o responsável da FAO declarou que a sua agência entregou mais de 70 mil kits de subsistência graças a esta operação.

Cada kit pesa mais de dois quilos e contém sete variedades de sementes hortícolas e material de pesca para aumentar a parte alimentar da população e lutar contra as taxas elevadas de desnutrição quando se diversifica os regimes, acrescentou.

Anunciou na ocasião que a sua agência está a efetuar missões de controlo para prevenir surtos de doenças animais, administrando medicamentos e vacinas nas zonas de alto risco.

-0- PANA AA / SEG/MTA/TBM/FK/DD 6out2015

06 Outubro 2015 16:52:10


xhtml CSS