FAO alerta para iminência de escassez de arroz

Nairobi- Quénia (PANA) -- O director-geral da FAO, Jacques Diouf, alertou que o arroz, principal produto alimentar de mais de metade da população mundial, está a enfrentar graves constrangimentos de produção com a diminuição das terras e dos recursos hídricos numa escala alarmante.
"Enquanto a Revolução Verde dos anos 70 aliviou em grande medida o fardo global em algumas partes do mundo, estes benefícios estão a baixar", disse o director-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) na cerimónia de lançamento do Ano Internacional do Arroz (2004).
Dados da FAO indicam que até 2030 a procura total de arroz deverá ser 3 por cento superior às quantidades anuais produzidas entre 1997 e 1999.
O arroz é o alimento de crescimento mais rápido em África e tem uma grande influência na nutrição humana e na segurança alimentar em todo o mundo.
Segundo Diouf, os sistemas de produção sustentáveis baseado no arroz podem ajudar na erradicação da fome no mundo e no alcance dos Objectivos do Milénio preconizados pelas Nações Unidas.
"Cerca de um bilião de famílias na Ásia, África e Américas dependem dos sistemas de produção de arroz para a sua principal fonte de emprego e subsistência", ressaltou o director-geral da FAO.

04 Novembro 2003 10:21:00


xhtml CSS