FAO adverte contra doença destruidora da banana

Roma, Itália (PANA) – A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) instou os países a intensificar o controlo, a notificação e a prevenção da iterícia fusarium, uma das doenças mais destruidoras da banana no mundo, que se propagou recentemente da Ásia  a África e ao Médio Oriente.

A FAO indica num comunicado divulgado esta  segunda-feira que  a origem desta doença,  conhecida igualmente sob o nome de doença de Panamá , representa uma ameaça séria à produção e à exportação deste fruto apreciado e poderá ter repercussões graves sobre esta cultura e os meios de existência.

A  banana é a oitava cultura alimentar mundial e a quarta nos países menos avançados, segundo a FAOSTAT, o serviço de recolha e  análise dos dados desta agência das Nações Unidas.

« Qualquer doença ou constrangimento que afetar as bananas afeta uma importante fonte de alimentação, de meios de existência, de emprego e de receitas públicas », segundo o secretário do Fórum Mundial da Banana, Gianluca Gondolini.

O Fórum , cujo secretariado está sediado na sede da FAO em Roma (Itália),  tem por missão promover uma produção e um comércio sustentáveis da banana.

« A propagação da iterícia fusarium da bananeira poderá  ter consequências graves para os plantadores, os negociantes e as famílias que dependem do setor bananeiro », declarou o fitopatologista da FAO, Fazil Dusunceli.

Segundo ele, os países   devem agir agora se quiserem evitar o pior dos cenários, que é a destruição em massa da maior parte da colheita mundial de bananas.

-0- PANA SEG/FJG/JSG/FK/IZ 14abril2014

14 Abril 2014 16:57:48


xhtml CSS