Exército controla ruas de Conakry

Conakry- Guiné Conakry (PANA) -- As Forças Armadas Guineenses saíram quarta-feira às ruas de vários bairros de Conakry, lançando granadas lacrimogéneas e obrigando a população a ficar em suas casas.
A demonstração de força do Exército intervém enquanto um braço-de- ferro opõe o Presidente guineense, Lansana Conté, aos sindicatos dos trabalhadores, decididos a prosseguir uma greve geral ilimitada que paralisa desde sexta-feira passada as actividades no país.
Os grevistas negaram pôr fim à greve, apesar da promessa do Presidente Conté de satisfazer algumas das suas reivindicações, nomeadamente a redução do preço dos produtos petrolíferos, a domiciliação, na Guiné Conakry, dos haveres dos promotores económicos e das empresas mineiras, bem como a promoção do emprego dos jovens.
Mas eles consideram insuficiente a satisfação destes pontos e exigem a nomeação dum novo primeiro-ministro de consenso, bem como o regresso à prisão do empresário Mamadou Sylla e de Fodé Soumah, duas personalidades acusadas de desvio de fundos, que o Presidente Conté retirou pessoalmente da Cadeia de Conakry.

18 Janeiro 2007 10:28:00


xhtml CSS