Ex-primeiro-ministro togolês nomeado enviado especial da UA no Burkina Faso

Abidjan, Côte d'Ivoire (PANA) – A presidente da Comissão da União Africana (CUA), Nkosazana Dlamini-Zuma, nomeou o ex-primeiro-ministro togolês, Edem Kodjo, enviado especial da organização pan-africana para o Burkina Faso, anuncia um comunicado enviado terça-feira à PANA.

Edem Todjo terá como missão coordenar os esforços conjuntos da UA, da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), das Nações Unidas e de outros atores internacionais com vista a facilitar a resolução da crise no  Burkina Faso, nomeadamente através duma rápida transição civil democrática e consensual devendo culminar na realização, o mais rapidamente possível, de eleições livres, regulares e transparentes.

Segunda-feira, após uma reunião do seu Conselho de Paz e Segurança sobre a situação no Burkina Faso, a UA instou as autoridades militares da transição política no Burkina Faso para transferir  dentro de duas semanas a gestão do poder do Estado para uma administração civil depois da demissão do Presidente Blaise Compaoré e a tomada do poder pelo Exército.

O novo enviado especial da UA para o Burkina Faso possui uma longa e rica experiência política e diplomática, tendo ocupando altos cargos de responsabilidades no seu país,  nomeadamente ministro das Finanças, ministro dos Negócios Estrangeiros de 1976 a 1978, bem como primeiro-ministro de 1994 a 1996. Ele também ocupou o posto de  secretário-geral da Organização da Unidade Africana (OUA) de 1978 a 1983.

-0- PANA BAL/DIM/TON 04novembro2014

04 Novembro 2014 21:44:34




xhtml CSS