Ex-ministro burkinabe da Segurança detido por "conspiração" contra Estado

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - O antigo ministro da Segurança sob a transição de 2015, o coronel Auguste Denise Barry, foi detido quarta-feira por "conspiração" contra o regime no poder no Burkina Faso, anunciou sexta-feira a Procuradoria Militar.

"O procurador militar informa a opinião nacional e internacional que, com base numa denúncia por pessoas com as quais o coronel Barry Auguste Denise interagiu, este último foi transferido para a Prisão Correcional das Forças Armadas (Maca) quarta-feira última de manhã pela Companhia de Gendarmaria de Ouagadougou, por "presunção de atentado contra a segurança do Estado", pode ler-se numa declaração da Procuradoria Militar.

Uma informação judicial foi aberta contra ele no mesmo dia a pedido dum juiz de instrução militar e todas as outras acusações de "conspiração e de incitação a atos contrários à disciplina e ao dever com base nos artigos 109 do Código Penal e 207 do Código de Justiça Militar.

Segundo a Procuradoria Militar, um avultado montante pertencente ao réu foi apreendido e entregue à justiça".

Ouvido quinta-feira na sua primeira comparência, o antigo ministro burkinabe da Segurança foi inculpado e privado consequentemente de liberdade.

"As investigações prosseguem e a Procuradoria Militar garante às populações convidando-as a exercerem pacificamente as suas atividades colaborando com os investigadores", garante o documento.

O coronel Barry dirigia o Centro de Estudos Estratégicos em Defesa e Segurança (CESDS) depois de expulso do Governo da transição, refere-se.

-0-PANA NDT/BEH/MAR/DD 06jan2018

06 Janeiro 2018 08:39:56


xhtml CSS